João Pessoa, 17-12-2017

Alagoa Grande recebe projeto Paraíba Cine Senhor



             De hoje até o domingo, dia 23 de maio, a cidade de Alagoa Grande será a capital do audiovisual paraibano com a realização do projeto Paraíba Cine Senhor BNB 3. Durante duas semanas, o projeto, que já percorreu sete cidades paraibanas desde 2007, estará oferecendo de forma gratuita oficinas de realização audiovisual e exibições de filmes e vídeos.


            Estreando um novo formato, dessa vez o projeto oferecerá 20 oficinas que abrangem de forma clara todas as etapas de realização de um produto audiovisual, além de contar com três mostras de exibições de filmes e vídeos. As novidades dessa edição ficam por conta de oito novas oficinas entre as quais Como Elaborar Projetos Audiovisuais e Como Divulgar Meu Projeto na Mídia. Entre os oficicneiros, grandes nomes do audiovisual paraibano como João Carlos Beltrão, Ely Marques, Lúcio César e Wiiliams Muniz.

            “O projeto é muito dinâmico e não se repete, ele cresce a cada ano e isso é resultado direto das respostas positivas que tivemos das pessoas que participam dele. Sentimos a necessidade de ampliar as oficinas oferecidas pelo projeto para atender a uma necessidade, que era cada vez mais visível nos participantes, e então decidimos colocar oficinas voltadas também para as fases da pré e pós produção e não apenas na produção como era antes”, explica Orlando Junior, criador e coordenador geral do projeto.
 
            O projeto também estimula a redescoberta do prazer do trabalho em equipe, já que ao final das oficinas os alunos, divididos em grupos, realizarão um vídeo cujo tema estará ligado à realidade cultural do município, como um fato interessante que tenha acontecido ou a um resgate de um personagem importante para a cidade.

            As mostras paralelas continuam nessa edição. A “Mostra de Cinema Brasileiro” levará a recente produção em longa metragem para alunos da rede pública de ensino, que depois utilizarão os temas apresentados nos filmes como suporte para discussão em sala de aula. A “Mostra Paraíba Cine Senhor” exibirá os trabalhos realizados nas cidades por onde o projeto passou e finalmente a “Mostra Paraibana de Produções Audiovisuais” levará a recente produção paraibana para ser discutida entre a comunidade e seus realizadores. “A intenção dessas mostras é promover o debate e um maior conhecimento acerca do audiovisual brasileiro”, observa Marcelo Soares um dos assessores de imprensa do projeto.

            Mais as novidades não param por aí. Pessoas que trabalham com cultura popular nas cidades serão homenageadas. Os cines jornais, produzidos com mini mídias digitais, que fazem um resumo do que aconteceu no dia anterior do projeto, terão maior duração e uma produção mais ágil e dinâmica. O site do projeto vai estrear um novo layout; o recém estreado blog vai utilizar ferramentas de áudio e vídeo e se integrar com as novas mídias sociais.

            “O projeto tem seu foco centrado na transformação dos indivíduos usando a arte e a magia do audiovisual como elementos multiplicadores da informação e do auto-reconhecimento, proporcionando a redescoberta das tradições culturais e o pleno exercício da cidadania”, finaliza Orlando Junior, coordenador geral do projeto.

            O Programa BNB de Cultura possibilita ampliar as possibilidades de recepção das artes e de outras manifestações culturais, privilegiando a educação para e pelas Artes. Assim, o BNB investe diretamente na aproximação do público e, também, na sua capacidade criadora e noção de pertencimento à sociedade.

            O projeto Paraíba Cine Senhor BNB 3 é patrocinado pelo Banco do Nordeste em parceria com o BNDES. É realizado pela Empresa de Serviços Culturais, pelo Grupo Castelo Audiovisual e pelas prefeituras das cidades de Alagoa Grande e São José de Espinharas, contando com o apoio da Universidade Federal da Paraíba, através do Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA), do Serviço Social do Comércio (SESC) e do Governo do Estado através da Sub Secretaria de Cultura.


 


Untitled Document

Escrita Livre © Todos os direitos reservados.